segunda-feira, 15 de abril de 2019

Ciro Gomes diz que elo de Flavio Bolsonaro com milícias "é óbvio" e pede que ele o processe

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) disse que "é óbvio" o vínculo do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) com milícias. Ele disse ainda para o filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) processá-lo.

Ciro fez a declaração no Facebook, ao comentar notícia de que o "zero um", como Flávio é chamado pelo pai, vai processar o jornalista Ancelmo Gois. Em coluna no O Globo, Alcelmo escreveu: "A milícia – que tem apoio em setores políticos, como mostrou o recente rolo do senador Flávio Bolsonaro – constrói prédios como esses que desabaram na Muzema, alguns até de oito andares, sem licença da prefeitura e com a conivência de setores da Justiça".
Flavio respondeu no Twitter: "Em sua coluna de hoje, Ancelmo Gois afirma que eu apoio milícia, cometendo um crime contra mim e atingindo minha honra. Vai ter que provar no Judiciário, pois vou processá-lo cível e criminalmente".
Compartilhar:

quarta-feira, 10 de abril de 2019

AÇUDE PEREIRA DE MIRANDA JÁ COM QUASE 15 POR CENTO.


O açude Pereira de Miranda em Pentecoste ja recebeu um apor te de 52.740.000 metros cúbicos de água até  segunda feira, 08, isso já garante o abastecimento regular durante todo o ano de 2019 e ainda sobra para o ano que vem.

Com 14,65% de sua capacidade a população torce para que o reservatório aumente ainda mais já que o mês de abril e maio ainda fazem parte da quadra invernosa . Em janeiro o reservatório estava com apenas 5%.

Lembrando que no final do inverno de 2018, o açude chegou a 10 por cento, o que significa que apenas 5 por cento deu para o abastecimento de 7 meses.

Nesse  ritmo o acumulado este ano daria para cerca de  2 anos, o q'ue é uma excelente notícia.


Açude Pentecoste ou Açude Pereira de Miranda é um açude brasileiro no estado do Ceará.

Está construído sobre o leito do rio Canindé no município de Pentecoste. É o maior açude da bacia hidrográfica do rio Curu, com capacidade de 395.638.000 m³. Sua construção foi realizada pelo DNOCS sendo concluído em 1957


Compartilhar:

sábado, 23 de março de 2019

Açude Pereira de Miranda aumentou mais de 50 cm

Finalmente a boa notícia de que o nosso açude começa a aumentar sua lâmina de água chegou.


Segundo informações de técnicos do DNOCS, ainda extra oficiais o reservatório já teria  pegado cerca de 52 cm de água e populares que estão vindo do interior do município dizem que o Rio Canindé vem com bastante água, resultante das chuvas das ultimas horas;

Compartilhar:

LUÍZA PERDIGÃO PROTOCOLA PEDIDO DE IMPEACHMENT CONTRA BOSCO TABOSA NA CÂMARA MUNICIPAL DE PENTECOSTE

A advogada Luíza Perdigão protocolou o pedido de impeachment do prefeito João Bosco Pessoa Tabosa, na manhã desta sexta-feira (22), na Câmara Municipal de Pentecoste.


O pedido de afastamento é baseado na denúncia ofertada pelo Ministério Público, onde o prefeito de Pentecoste foi acusado de cometer os crimes de associação criminosa, estelionato contra idosos e lavagem de dinheiro.

Com informações do site Notícias de Pentecoste.


Relembre o Caso.

O juiz de Direito Caio Lima Barroso recebeu, na manhã de quarta-feira (20/02.2019), denúncia do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Promotoria de Justiça de Pentecoste e do Grupo de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), contra o prefeito de Pentecoste, João Bosco Pessoa Tabosa, pelos crimes de associação criminosa, estelionato contra idoso e lavagem de dinheiro.
Conforme os promotores de Justiça que assinaram a denúncia, foi reiterado o pedido de afastamento das funções do prefeito, a ser apreciado pelo juiz Caio Barroso. “Ressaltamos que a denúncia contra o prefeito foi ofertada no primeiro grau em razão da nova decisão do Supremo Tribunal Federal, que determina que o agente político tem que estar no cargo e o fato deve ser em razão dele”, explica o promotor de Justiça de Pentecoste, Jairo Pereira Pequeno Neto.
Também foram denunciados pelos mesmos delitos a primeira-dama e secretária de Finanças, o presidente da Câmara, a procuradora do Município, dois bancários do Banco do Brasil, além de Maria da Conceição Domingos Sousa e Moisés da Silva Gomes. O presidente da Câmara foi denunciado, ainda, por peculato, pois Maria da Conceição foi empregada na Câmara como funcionária fantasma.
A denúncia é um desdobramento da Operação “Caixa 2”, que desarticulou uma associação criminosa que angariou vultosas quantias para financiamento de campanha eleitoral do prefeito e do presidente da Câmara em 2016. Com o auxílio de Maria da Conceição Domingos Sousa, Moisés da Silva Gomes, e dos dois bancários, foi realizada uma série de estelionatos em idosos, por meio de empréstimos e adiantamentos de 13º salários sem autorização. A Operação evidenciou ainda um esquema de funcionários fantasmas na Câmara Municipal de Pentecoste, isto é, pessoas que nunca trabalharam no órgão legislativo estavam na folha de pagamento recebendo salário.

Na época que a Operação foi deflagrada, em outubro de 2018, Maria da Conceição já havia sido presa preventivamente e, com a colaboração premiada dela, o órgão ministerial teve acesso a fotos e vídeos que demonstraram a participação das autoridades municipais. Na ocasião, a Justiça determinou a realização de busca e apreensão na Câmara dos Vereadores e na residência de Clara Pinho e Pedro Cardoso; o afastamento de Clemilda Pinho, Pedro Cardoso e Clara Pinho dos respectivos cargos públicos por 180 dias, vedando que estes se aproximassem de quaisquer órgãos públicos; o afastamento dos cargos dos bancários por 60 dias; o sequestro de bens do prefeito João Bosco; e a quebra do sigilo bancário dos envolvidos.
Compartilhar:

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Andreia Horta vibra com o sucesso de "Elis" e diz que nunca tinha cantado antes

Mesmo assim, a atriz conta que fez aulas intensivas de canto para fazer bonito na gravação da microssérie.




Quando começou a se preparar para interpretar Elis Regina no cinema em 2015, Andreia Horta jamais imaginaria que aquele longa pudesse virar uma série de quatro capítulos para a televisão. A atriz conta que ficou muito surpresa quando, recentemente, foi convidada para gravar algumas cenas extras para compor a nova microssérie Elis: Viver é Melhor Que Sonharque deu o pontapé inicial nesta terça-feira (8).

“Jamais esperava que depois de três anos faria novamente. Já tinha dado como missão cumprida! De qualquer forma, achei importante [voltar] porque o que os produtores queriam que ela dissesse era muito importante e atual, como o encontro de Elis com Vinícius e Tom e, depois, com Rita Lee, este último um momento delicado de duas mulheres artistas”, explica.

Além do clássico cabelo “joãozinho” da Pimentinha, como a cantora era chamada na época por suas frases ardidas e gênio forte, Andreia Horta também passou por outras mudanças na vida para interpretar esta grande diva da música brasileira.
Andreia Horta como Elis Regina (Foto: TV Globo / Divulgação
“Eu entrei em um ritmo de disciplina muito intenso. Fiz aulas com uma fonoaudióloga várias vezes ao dia, de canto com muita intensidade durante a semana, além da preparação de corpo. Montamos um cronograma em que eu trabalhava de segunda a sexta, 8 horas por dia, durante três meses. Nesta época eu sumi, desapareci e ninguém ouvia falar de mim. Estava absolutamente mergulhada no trabalho da Elis”, lembra.
Por falar em música, existe aquela pontinha de curiosidade para saber se Andreia está cantando durante as cenas de Elis: Viver é Melhor Que Sonhar, mas ela conta que os áudios são os originais da cantora e que, antes, só tinha experiência de cantar em casa, para os amigos. Na microssérie, a atriz dubla a personagem porque era uma voz muito marcante.
Eu cantei muito de verdade, em todas as cenas e músicas, mas não captamos a minha voz. O que nos interessava desde o início era que fosse a voz da Elis. Existe uma identificação na memória das pessoas, um canto inesquecível. Ninguém ousou mexer ou regravar o que ela fez. Certamente não era a nossa intenção. Para dublar perfeitamente como ela, eu cantei com muita verdade, a plenos pulmões, em todas as músicas”, confessa.
Fã da artista, Andreia diz que sempre ficava muito impacta com as apresentações de Elis desde que era muito jovem e é difícil até listar o que mais a impressionava. Contudo, ela consegue elencar alguns adjetivos de sua personagem.
“Ela foi uma grande intérprete, relacionava a palavra com cada significado quando cantava, além da maneira como se expressava, a clareza dos pensamentos dela e a importância de todas as decisões que ela tomou em seu tempo”, enumera.
Depois do filme ir aos cinemas, em 2016, a atriz chegou a ter contato com os três filhos de Elis - João Marcelo Bôscoli, Pedro Mariano e Maria Rita -, mas as melhores lembranças, sem dúvida, foram durante as filmagens.
“Os processos em sala de aula foram ricos e inesquecíveis. Tudo o que aprendi ali, sem ter a menor noção de como eu ia fazer e ir descobrindo a cada gesto novo uma nova maneira de fazer a Elis. Me comovia como artista cada vez mais. Os parceiros que eu tive do meu lado, dos meus preparadores, os atores que me acompanharam, as risadas... Tivemos momentos riquíssimos e éramos amigos de longa data. Foi um prazer muito grande reencontrar a turma toda fazendo uma personagem tão importante para a nossa história. Além disso, as cenas de shows em que eu colocava meu corpo e minha voz em prol de uma artista como ela. Nunca mais vou esquecer na minha vida”, comenta.
Compartilhar:

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Pentecoste registrou 44 mm de chuva nesta segunda, 17.


44 MM FOI A PRECIPITAÇÃO REGISTRADA EM PENTECOSTE NA ÚLTIMA SEGUNDA FEIRA, 17.
NO CEARÁ CHOVEU EM PELO MENOS 126 MUNICÍPIOS NAS ÚLTIMAS 24 HORAS, SENDO A MAIOR PRECIPITAÇÃO EM PALMÁCIA, 71mm.



Chuva derrubou um poste de iluminação da Areninha que está em construção  no COHAB em Pentecoste.

FOTO;ANDRÉ BARROS.



SEGUNDO A FUNCEME AS CHUVAS JÁ SUPERARAM A MÉDIA HISTÓRICA DE DEZEMBRO PARA O CEARÁ, PORÉM O PROGNÓSTICO PARA O INVERNO DE
 2019, SÓ SERÁ DIVULGADO NA SEGUNDA QUINZENA DE JANEIRO.


AS 10 MAIORES.

10 maiores chuvas por posto no dia:
(216 postos com chuva de 234 informados)


Compartilhar:

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Após 500 anos, choveu no deserto do Atacama – mas teria sido melhor não

O deserto do Atacama, localizado no norte do Chile, é o mais alto do mundo e, se excluirmos as regiões polares da Terra, o mais seco também.
As chuvas por lá são raras, mas em algumas exceções, a precipitação pode causar fenômenos como os “desertos floridos”: a cada cinco ou dez anos, grandes áreas repletas de flores brotam nas regiões secas. A última vez que isso aconteceu foi em 2017. Há de se pensar, então, que um pouco de água não faz mal à fauna e flora de lá, certo? Não exatamente.
Na última semana, uma pesquisa publicada na revista Scientific Reports mostrou que há águas que nem sempre vêm para o bem. Cientistas analisaram uma região hiperárida do Atacama, que estava seca havia 500 anos, e descobriram que, quando finalmente choveu lá, o efeito foi negativo: boa parte dos organismos locais morreu.
O estudo analisou um pedaço específico do deserto, ao sul da cidade de Antofagasta. A coleta de informações começou em 2015, quando as precipitações, que não aconteciam há meio milênio, voltaram a ocorrer. Por ali, lagoas foram formadas e, das 16 espécies de micróbios que viviam por lá, os cientistas calculam que apenas 2 a 4 sobreviveram.
A hipótese mais aceita para a extinção dos bichinhos é a do chamado estresse osmótico, que acontece quando grandes volumes de água aparecem subitamente numa região que estava árida por muito tempo. Os organismos que vivem ali, adaptados para viver em um ambiente inóspito como o do Atacama, não conseguiram lidar com a repentina mudança.
Life on Mars
A descoberta traz um alerta para as mudanças climáticas do oceano Pacífico, que causaram as chuvas inesperadas no deserto. Mas, para além do quesito ambiental, a pesquisa tem também aspirações interplanetárias.
O estudo foi realizado pelo Centro de Astrobiologia da Espanha em parceria com universidades do Chile. A astrobiologia, ou exobiologia, estuda a origem e a evolução da vida no Universo. Mas você deve estar se perguntando: o que isso tem a ver com as chuvas no deserto do Atacama?
Acontece que os pesquisadores colocaram os resultados do estudo em terras chilenas no contexto da exploração astrobiológica de Marte, um planeta hiperárido e que, segundo teorias, também sofreu fortes inundações bilhões de anos atrás.
As pesquisas em torno do nosso vizinho do Sistema Solar procuram descobrir como se deu a evolução e a extinção de vida no planeta vermelho, e se o reaparecimento de água foi o responsável por acabar com a vida por lá – e estudos como a do deserto do Atacama podem ajudar a recontar essa história.
Fonte:SUPERINTERESSANTE
Compartilhar:
Proxima  → Inicio

RADIOS NET

RADIOS NET
O Mais acessado do Brasil

ULTIMAS NOTICIAS

Fique bem Informado sobre o que lhe Interessa e Ouça o Melhor da Música

Ciro Gomes diz que elo de Flavio Bolsonaro com milícias "é óbvio" e pede que ele o processe

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) disse que "é óbvio" o vínculo do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) com milícias. Ele disse ainda p...

Tecnologia do Blogger.